sexta-feira, 13 de setembro de 2013

Revisão total de um carreto

Image Hosted by ImageShack.us


No n.º anterior abordamos a  manutenção de uma cana e de como fazer a manutenção após cada sessão de pesca.
Nesta edição vou mostrar como faço a  revisão completa  dos meu carretos.

Image Hosted by ImageShack.us

Esta revisão consiste em desmontar todas as peças do carreto, limpar, montar e por fim lubrificar.
Chamo á atenção para este tipo de operação que envolve riscos para quem não está familiarizado  com montagem de carretos. Existem  determinados carretos com “manhas” que  desmontar é muito fácil mas ao montar as peças depois não encaixam correctamente.
Existem também mecanismos no interior dos carretes que não são passíveis de serem desmontados e que saem em bloco. Uma vez esse bloco desmontado   muito dificilmente se conseguem por novamente a funcionar correctamente.
Muitos carretos exigem ferramentas especiais.
Vamos então por mãos á obra.

Para esta operação vamos precisar dos seguintes materiais:
 Esquema de montagem do carreto
Chave de parafusos
Chave de caixa
Pinça
Pincel
Trapo velho
Tabuleiros
Wd40
Massa consistente
Óleo

Image Hosted by ImageShack.us

Revisão da bobine


Em primeiro lugar vamos fazer a revisão da bobine.
Observamos o esquema de montagem da bobine para termos a ideia de como ele é constituída e procedemos á sua desmontagem.
Image Hosted by ImageShack.us

Aproveitamos esta operação para mudar também o fio.
Retiramos os parafusos e todas as peças da embraiagem colocando-as por ordem.
Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us


De seguida procedemos á  limpeza de todas as peças da bobine . Pulveriza-se  com  wd-40 e com  o pincel retira-se toda a sujidade. Utilizamos de seguida um pano para secar as peças. Eu utilizei um compressor de ar para esta tarefa.

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us


Voltamos a montar tudo correctamente e aproveitamos para colocar nos parafusos um pouco de massa consistente
Image Hosted by ImageShack.us

Na tampa de aperto da bobine pomos um pingo de óleo.
Image Hosted by ImageShack.us


Revisão da  manivela



Para a manivela vamos proceder da mesma forma se a manivela for desmontável.
Neste caso a zona da pega tem 2 rolamentos que se podem substituir em caso de estarem danificados
Image Hosted by ImageShack.us

Procedemos á abertura da manivela, retiramos todas as peças e novamente repetimos a operação de limpeza  feita á bobine.
Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Volta-se a montar tudo correctamente e também neste caso coloco um pouco de massa lubrificante a servir de tampão para proteger os rolamentos da agua salgada.
Image Hosted by ImageShack.us

Revisão do rotor


O rotor do carreto é a parte móvel do carreto que faz o enrolamento do fio da bobine.
Vamos desmontar todas as peças do rotor incluindo asa de cesto e rodizio.
Nunca devemos esquecer de ver o esquema de montagem  antes desmontar qualquer parte  do carreto.
Image Hosted by ImageShack.us

Em primeiro retiramos as anilhas que suportam a bobine de seguida um parafuso e por fim a porca que fixa o rotor.
Image Hosted by ImageShack.us

Retirado o rotor vamos desmontar todas as peças que o compõe colocando-as  por ordem
Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

De seguida vamos limpar todas as peças seguindo os mesmos procedimentos já seguidos. Pulverizar com wd-40 e limpeza com pincel para retirar a sujidade.
Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Depois de limpo e seco volta-se a montar todas as peças correctamente.
Image Hosted by ImageShack.us


Image Hosted by ImageShack.us

Para verificar se os rolamentos estão em bom estado, eu coloco-os numa pinça e passo na mão. Desta forma consigo verificar  se estão presos  ou picados ou seja o seu deslizamento é ou não suave.
Image Hosted by ImageShack.us

Para verificar se o rotor está a funcionar bem testamos o braço da asa de cesto, este deve fixar-se quando o abrirmos e após uma ligeira pressão ele deve disparar e voltar á sua posição normal.
Image Hosted by ImageShack.us

Quanto ao rodizio verificamos de a peça amarela do rodizio se move sem esforço.
Image Hosted by ImageShack.us

Revisão das  engrenagens


Chegamos á parte principal do carreto onde está alojado todo o mecanismo. Esta é a parte  complexa da revisão.
Image Hosted by ImageShack.us

Mais uma vez devemos consultar o esquema de montagem do carreto e ir colocando as peças por ordem á medida que vamos desmontando.
Em primeiro lugar há que retirar todos os parafusos e peças de plástico.
Image Hosted by ImageShack.us

Depois vamos retirar o Antireverse do carreto. Aqui deparamo-nos com 2 tipos de parafusos. Um é o que liberta o Antireverse do carreto e o outro abre o mecanismo do Antireverse. O que nos interessa mesmo é retirar o Antireverse.
Para isso iremos retirar os parafusos mais compridos.
Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Depois de todos os parafusos exteriores retirados e o Antireverse  podemos então abrir o carreto.
Image Hosted by ImageShack.us

Retiramos a coroa e o pinhão do carreto afim de serem limpos.
Image Hosted by ImageShack.us

Antes de continuarmos a desmanchar o resto do mecanismo vamos fazer uma limpeza e eliminar toda a massa de lubrificação velha. Desta  forma podemos expor  todas as peças e assim ser mais fácil desmontar todo o carreto.
Para a limpeza o processo é o mesmo anteriormente seguido.
Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Depois de a massa retirada vamos desmontar as restantes peças.
Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Depois de todo o carreto desmontado vamos limpar então todas as peças
Devemos verificar se os rolamentos estão em boas condições antes de voltar a montar o carreto.
Image Hosted by ImageShack.us

Após a limpeza e secagem de todas as peças vamos voltar a coloca-las no seu lugar.
Image Hosted by ImageShack.us

O primeiro passo é montar o sem fim e as coroas secundarias, depois o rolamento inferior do pinhão.
Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

De seguida montamos o veio, e elevador do carreto e respectivas guias, o pinhão e o seu rolamento superior.
Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

 Antes de prosseguirmos vamos verificar se o mecanismo montado está a trabalhar.
Para isso basta rodar o pinhão que por sua vez moverá todo o restante mecanismo.
Image Hosted by ImageShack.us

Seguindo em frente colocamos o rolamento da manivela no seu lugar e procedemos á lubrificação de todo o mecanismo já montado.
Image Hosted by ImageShack.us

Colocamos massa lubrificante nas coroas secundarias e principal e pinhão. Rodamos o pinhão para que a massa se espalhe por todo o mecanismo. Colocamos também um pouco de massa na zona do elevador e sem fim.
Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Colocamos então a coroa principal no seu lugar, o rolamento da manivela e fechamos o carreto colocando-se massa nos parafusos.
Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Coloca-se o Antireverse no seu lugar, em seguida o rotor aperta-se a porca de fixação e a manivela.
Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Se tudo estiver bem montado é só dar á manivela e verificar.
Tudo ficou bem montado e o carreto funciona ás mil maravilhas.
Image Hosted by ImageShack.us

Terminamos de montar as peças em falta e teremos o carreto pronto para mais sessão e pesca.
Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us


Notas finais.
Como disse no inicio deste texto que este tipo de operações não deve ser feito em casa pelos riscos que isso envolve.
Os passos aqui descritos são apenas para carretos com este mecanismo , havendo muitos outros tipos de mecanismos e que a sequência  de desmontagem e montagem será diferente.
Um outro risco associado a este tipo de operação é a perda ou a quebra de peças. Se isso acontecer o carreto fica sem puder  funcionar. Terá de encomendar as peças em falta á sua loja de pesca ou mandar o carreto para a assistência técnica .
Outro dos riscos é, apesar de todas as peças estarem montadas poderá o carreto não funcione na sua perfeição.
Por vezes acontece é que as peças já com bastante uso estão “feitas umas ás outras”, uma vez desmontadas  elas dificilmente serão montadas exactamente na mesma posição.
O que pode acontecer é folgas anteriormente inexistentes ou pequenos ressaltos e falta de suavidade no funcionamento. Em casos destes o difícil é diagnosticar o problema.
Por todos estes motivos e mais alguns, aconselho a fazerem uma revisão geral de vez em quando na assistência técnica da marca



2 comentários:

LUIS VIDAL disse...

boa tarde companheiro gostava de saber se por acaso tem alguma dica de como posso trocar as pegas dos carretos tenho um shimano e 4 penn dois deles com mais de trinta anos mas sempre a bombar as pegas sao pequenas gostava de trocar por umas maiores ok obrigado

Julio Ribeiro disse...

Bom dia Vidal. Há um amigo no Facebook que faz isso, Joaquim Carlos Araújo. Siga este link.... https://www.facebook.com/joaqcarlosaraujo

Boa sorte

Júlio Ribeiro