quinta-feira, 29 de outubro de 2009

DOURADAS PARTE 2



Com as previsões a darem ausencia de vento pela manhã, e com a praia mar as 7 da manhã decidimos fazer a ultima da enchente a vazante.
Juntamos uma malta amiga e marcamos o local de encontro.
6 da manha e o dia a clarear na esperança de uma dourada no anzol.
O material estava preparado para a pesca ao peão cana 6 metros com carreto com multifilar e estralho de 6 metros de fluor com anzol martelado proprio para as Douradas sem nunca descartar os Sargos.
Os iscos eram camarão e sardinha.
Ao lado e sempre a postos a bela da rebeca que espera a sua primeira descida ao mar.
Por outro lado havia cana de fundo e cana de chumbadinha com casulo e mexilhão.
Descido ao pesqueiro rapidamente começamos a pescar e nos primeiros lançamentos o Ze tirou um sarguito.



A cana de fundo continuava a pescar longe e a de chumbadinha aos pés.
Mudei de pedra em pouco tempo pois havia uma aguagem forte e o engodo trabalhava para fora do pesqueiro.
Em pouco tempo tambem tirei 2 sargos mas foi tudo o que tirei durante toda a manhã.




Eram cerca das 7h 30m chegou o resto da malta( Trakinas, sô Luis, Vitor e Ricky) com as provisões. Grelha e carvão para uma grelhada mista de carne

Escolheram o pesqueiro e rapidamente começaram a tirar grandes salemas. Sargos nem velos.
A maré ja descia de forma a que se fez uma pausa para o pequeno almoço as 9h30m
Esta foi a altura de fazer um telefonema a informar o Sr Antonio Matos,




que pescava com a sua pequena Maravilha,
que o pequeno almoço estava a ser preparado e que rapidamente se apresentou á mesa.







Depois de estomago cheio a pausa perlongou-se por mais uma hora aproveitando o sol que aquecia a pedra.





Depois do descanso la se voltou á actividade e ja no virar da maré o ze terminou a pesca com mais uma sargo.
Com a maré a encher uns sargos jeitosos entraram nos pesqueiro das salemas e assim todos trouxemos uns peixes para casa.

Nenhum comentário: