domingo, 8 de maio de 2011

Porto Covo

Neste Fim de semana rumamos ate Porto Covo na esperança de apanharmos o peixe que por aqui teima em aparecer.

Resize of f1

Resize of f2

Arrancarmos sabado pelas 7 H e lá ja nos esperava o Humberto para uma pescaria pela zona.

Resize of f3

Começando pela direita :
Vitor , Humberto e eu

Decidimos experimentar novos pesqueiros e optamos pela zona do burrinho local onde nunca tinhamos pescado.

Resize of f4

Ficamos no pesqueiro dos 3 patamares por permitir pescar no mesmo pesqueiro com varias alturas de agua e diversos estados do mar

Resize of f5

Analisando o pesqueiro

Resize of f6

Primeiro comemos nós e so depois o peixe

Resize of f7

Preparando o material

Ao principio o peixe ainda dava sinal de vida mas era tudo pequeno e de repente deixamos ter sentir peixe.
Mudamos de local na esperança de apanhar uns peixitos

Resize of f8

O pessoal da terra afirmava que o peixe escasseava tirando apenas tainhas e salemas.
No final fomos brindados com um por do sol e a dança das gaivotas

Resize of f9

Resize of f10

Resize of f11

Resize of f12


No domingo o horario para levantar era para as 7h da manhã mas o frio e o barulho que o mar fazia não prespectivava boa pesca. Mais uma hora na cama. Por fim la fomos ver o mar de forma a fazer a vazante.

ht
O mar tinha crescido bastante e os enchios eram grandes.

Rumamos a Almograve á procura de um pesqueiro mas não havia condiçoes para pescar.

Resize of f1

Resize of f2

Decidimos ir ate ao Cabo Sardão ver os pesqueiros de vazante e havia muitos locais onde pescar.

Resize of f3

Resize of f4

Resize of f5

Resize of f6

Resize of f9

Resize of f8

Resize of f7





Descobrir a descida para o mar é que estava dificil mas por fim já com a maré a encher é que vimos os pescadores a subir e que nos ensinaram alguns pesqueiros e a descida da arriba.
Optamos por não pescar e fazer um reconhecimento da zona e estudar os pesqueiros.
A maior parte dos pesqueiros a sul do farol são pesqueiros altos.
Feito o reconhecimento da zona voltamos a Porto Covo e fomos escolher um pesqueiro bom para marés de lua e com mar bravo.

Resize of f10






Acabamos por encostar as salemas o que deu para estar entretido um par de horas. A pescar à boia nada conseguiamos pois estavam a comer fininho de forma que não sentiamos nada e esperimentamos pescar ao tento e com resultados.
Tal como tinha acontecido no dia anterior de repente o peixe desapareceu.

Resize of f11



Salvamos a grade


Foi um fim de semana bem passado em que a busca do peixe desaparecido não deu os frutos esperados.

7 comentários:

Sergio Fernandes disse...

Olá ruben!
gostei da viagem de pesca a porto covo .
foi pena o peixe não andar por lá...
um abraço.

Pedro Nunes disse...

Boas Ruben!
Ta um post muito bom, tens ai umas fotos muito bonitas, é uma zona k eu ñ conheço...ja vi k tb tens uma carrinha artilhada p pesca :) ñ simpatizo é nada com essas salemas :)
Saude

Ruben disse...

Obrigado pelos comentarios Sergio e Pedro. Toda a Costa Vicentina e Sudoeste Alentejano me proporciona excelentes momentos. Sempre que lá vou venho satisfeito mesmo que não tenha pescado.
Abraço

Anônimo disse...

A área envolvente do Cabo Sardão é área de protecção parcial de tipo I, o que equivale a dizer que é interdita a pesca lúdica.

Saudações cordiais
Mário Pinho

Rafael Grenha disse...

boas..
para mim e eu k sou maçarico porto covo e fantástico para pescar..
Sr Rubem espero poder fazer lhe algumas perguntas pois ainda sou muito inexperiente e gostava k me desse algumas dicas se possivel

Ruben disse...

Boas Rafael.
No que souber responder tá à vontade.

fernando henriques disse...

Hehehehe o sr. Humberto Delgado saiu-me um belo pescador.....