quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

Mares grandes

A curiosidade levou-me até ao Guincho no Sábado para ver o mar bravo. Se na linha do Estoril ele era muito grande e barrento como deverá ser no Guincho?
Peguei nos meus cães e lá fomos para nós para um passeio .
Até ao Cabo Raso o mar era muito mas depois mais para frente o mar quebrava um pouco e havia alguns locais que dava para pescar. A cor da agua estava bonita e fazia umas rasas engraçadas para dar uns peixitos.





Onde reunia melhores condições era no Abano e foi ai que encontrei uns primos meus a pescar e que ferraram uns sargos mas apenas saio um mais jeitoso.


O meu primo Tiago com um Sargo muito jeitoso



Primos Tiago e Mário em acção de pesca

Depois do que vi pus-me a magicar como seria o mar no Domingo. As previsões davam descida de vento e poderia fazer com que o mar caísse mais um bocado.
Eram as condições que eu queria para me fazer aos robalos.
Decidi que domingo vinha tentar a minha sorte.

Domingo lá fomos nós para o mar convencidos que o mar estaria propicio a uns peixitos.
Quando lá chegamos o mar não tinha nada a haver com o dia anterior.
O mar era mesmo muito e com enchios enormes que não dava para pescar mas lá fomos nós.


" O mar era muito"


Os meus primos chegaram cedo mas mesmo assim não apanharam os pesqueiros que tinham em mente


Primos em acção de pesca

Fartamos-nos de andar até chegar a um pesqueiro que só é bom quando o mar é muito bravo.


Pouco ou nada se pescou mas valeu o passeio pois era um espetaculo ver aquele mar a rebentar .


Vitor Manalvo

Nenhum comentário: