terça-feira, 18 de junho de 2013

Suporte canas


Image Hosted by ImageShack.us

A ferias estão aí e uma das formas de ocupar o tempo livre é arrumar e organizar o nosso material de pesca. Para quem tem jeito para a bricolage e ferramentas é altura de por mãos á obra.

Certo dia encontro no Fórum “Oceano Ibérico “ um tema em discussão sobre sugestões de suportes para canas de pesca. Ora aí estão algumas ideias interessantes, penso eu. As minhas canas estão sempre a monte e já era altura de lhe arranjar um sitio seguro e organizado.

Estudo bem as sugestões e analiso qual delas se encaixa no espaço disponível. A minha única opção é no tecto da garagem. Idealizo o suporte de camas com base numa ideia apresentada mas onde terei de fazer algumas modificações.

Faço uma lista do material que iria precisar e verifico que já dispunha de todo o material necessário bastando-me por mãos á obra.

Material:

Varão roscado 4 mm

Porcas para varão roscado 4 mm

Buchas metálicas 8mm com parafuso de 4mm

2 tábuas com 120x8x1.5

Berbequim/Engenho de furar

Broca de parede 7mm

Broca madeira 4.5mm

Cranianas 40mm e 46mm

Maquina de cortar madeira circular /tico tico

Esquadro e fita métrica

Lápis.

Image Hosted by ImageShack.us

Execução

Numa das tábuas marco a metade da largura da tábua, 4cm

Marco também 2,5cm no comprimento em cada extremidade,

Marco 8 cm apartir de uma das extremidades e apartir daqui marco sempre 7cm. A ultima marcação ficará a 8 cm da extremidade tal como no inicio.

Image Hosted by ImageShack.us


Image Hosted by ImageShack.us

Após todas as marcações feitas na primeira tábua, passo as mesmas marcações para a outra tábua á excepção da metade da largura da tábua. Se utilizar um esquadro, basta alinhar lado a lado as madeiras e fazer as respectivas marcações.

Monto a craniana de 40mm no engenho de furar e procedo á abertura dos furos apenas na tábua onde achamos o meio da largura da tábua.

Image Hosted by ImageShack.us

Na outra tábua iremos fazer uma linha no sentido do comprimento afastada 2.3 cm  da extremidade e é na intersecção das marcações que abriremos novos furos.
Desta vez a craniana a utilizar é de 46mm.

Image Hosted by ImageShack.us

Depois de todos os furos todos abertos vamos cortar a tábua seguindo a linha anteriormente traçada de forma a que apenas fique metade da abertura.
Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Marcamos o meio da espessura da 2 madeiras junto á marcação de 2.5cm nas extremidades e vamos furar de um lado ao outro com uma broca para  madeira de 4.5mm.
Image Hosted by ImageShack.us

É através destes furos que vamos fixar as madeiras ao tecto
Image Hosted by ImageShack.us

Depois desta operação vamos preparar o material para fixação ao tecto das madeiras.

Image Hosted by ImageShack.us

Pegamos no varão roscado marcamo-lo  e cortamo-lo em 4 partes com 25cm cada.

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us


Pegamos nas buchas metálicas e vamos fazer algumas alterações.
Substituímos o parafuso e a porca da bucha pelo varão roscado e porcas normais conforme fotografia.
Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us

Marcamos no tecto os pontos onde faremos os furos.

Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us


Introduzimos o conjunto bucha e varão e procedemos á fixação dos conjunto ao tecto.

Depois introduzimos as pontas do varão nos furos existentes nas madeiras e colocamos as porcas regulando a altura que pretendemos.
Image Hosted by ImageShack.us

Image Hosted by ImageShack.us


Fazemos os ajustes finais e temos um suporte para as nossas canas pronto a ser utilizado.

Image Hosted by ImageShack.us

Este Artigo foi publicado na Revista "O Pescador " em Agosto de 2010

Nenhum comentário: