sábado, 21 de novembro de 2009

Porto Covo – Prova de sobrevivência.



Fui passar um fim-de-semana a Porto Covo na companhia da Klein



Decidido que teria de pescar para comer, apenas levei temperos, tomates e cebolas para as fazer umas saladas.
Equipei a carrinha para que nada nos faltasse e de manhã cedo lá saímos em direcção à costa alentejana.





Paramos em Sines para tirar umas fotos.



Seguimos Viagem
Quando entro em S.Torpes, é como se estivesse à porta do Paraíso. Aquela estrada que nos leva a Porto Covo traz-me sensações que não consigo descrever. È como se fosse a primeira vez que ali estava.



Oobservado o mar,escolhi o local para pescar, descemos ao pesqueiro e montei o material.
O objectivo era pescar 2 refeições. Uma para mim e outra para a klein





A pesca começou sem grande convicção pois o dia quente e o mar calmo não era bom prenúncio de peixe de qualidade. Bogas, isso sim começava a ser uma realidade. Depois apareceram as Salemas e eu já não poderia dizer que ia passar fome. Jà tinha apanhado peixe mas não era bem aquilo que eu queria. Lá para o fim, e depois de já ter saído um peixe piça e umas cavalas lá apareceram umas sarguetas para compor a grelha.

>

Satisfeito por ter apanhado uns peixes que dariam para o almoço e jantar, lá rumamos perto da hora de almoço para o pinhal junto da Ilha do Pessegueiro a fim de assar o peixe.
Peixe na grelha e Salada na mesa.



Estivemos por ali a descansar depois de almoçar. Após a digestão feita, fomos descobrir novos pesqueiros e tirar umas fotos








Escolhi um pesqueiro para tirar uns sargos para o jantar pois se não queria comer bogas e Salemas teria de os ir pescar.
A minha sorte foi com o dia a escurecer lá tirei uns sargos mesmo a tempo do jantar.



>

Image Hosted by ImageShack.us

Acabado o jantar e arrumado as coisas preparei a carrinha para dormir, pois queria ir a meio da noite tentar apanhar umas malucas (Viúvas).



Pus o despertador para a duas da madrugada e quando chegou a hora lá fui eu tentar apanhar as tais viúvas.
Escolhido o pesqueiro que por sinal era a primeira vez que o fazia de noite rapidamente dei com elas e em pouco tempo tirei uma dúzia delas e uns sargos.

Image Hosted by ImageShack.us


Feita a pesca em pouco tempo regressei à carrinha para completar as horas de sono. Pesca já tinha tido o suficiente.
Quando acordei pela manhã já o sol ia alto e lá fui ao pequeno-almoço.
Passeio pela vila de porto covo para ver gente uma vez que no dia anterior tinha estado quase como um eremita.
Já a meio da manhã lá decidi fazer uma pesca, apesar de não ter muita vontade, o mar era manso e só ia tirar bogas. Mas s o facto é que tinha sardinha e queria trazer mais uns peixes para casa.
Lá fiz uma pesca bem melhor que o dia anterior, mas não me livrei de tirar as celebres bogas e Salemas. Os sargos também apareceram em maior número e tamanho.



Chegado a hora e arrumado a tralha lá regressei a casa e para traz ficou um excelente fim-de-semana num dos paraísos de Portugal.

Um comentário:

Sergio Fernandes disse...

Belo fim de semana Ruben
Prova superada.